putaqueopariu

Blog de notícias, comentários, humor e variedades

1.11.06

Novos olheiros no trânsito!

Até que enfim a Prefeitura resolveu investir em novos equipamentos de fiscalização de trânsito! Os equipamentos registrarão as infrações de avanço do sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestres.
É possível que com isso haja alguma diminuição nos índices de acidentes e, por conseqüência, no de feridos e mortos!! Entretanto somente fiscalização não resolve o problema das imprudência.
Ações educativas permanentes são necessárias e o apoio dos veículos de comunicação de massa é imprescindível.
Também é de suma importância a participação direta de nossa sociedade com a questão da violência no trânsito, quer se envolvendo nas campanhas, como colaboradores ou fazendo a sua parte enquanto em trânsito.
Lembrem-se: o trânsito é feito de pessoas!! Isto significa que todo mundo tem responsabilidade enquanto usuários das vias públicas, ou seja, o pedestre, o ciclista, o condutor de veículo automotor ou de tração animal, todos tem seu papel e sua responsabilidade a cumprir.
O trânsito seguro não é só um direito de todos, mas também uma obrigação. Isto tem haver diretamente com o exercício da tão falada cidadania e, cidadania não é só o exercício de direitos mas também o cumprimento de obrigações.

Maringá de cara enrrubrecida!

Mais uma vez nossa Maringá está passando vergonha a nível estadual e nacional e graças a nossa Câmara de vereadores! Como já prevíamos (a população) o resultado não poderia ser outro a não ser a pizza que foi montada em sessões secretas na Câmara.
Responsabilização pelos atos ilícitos praticados no processo licitatório bem como ressarcimento, se houver, aos cofres públicos pelos prejuízos causados provavelmente ficarão na responsabilidade dos servidores de carreira, como sempre.
Talvez também tenham participação consciente e interessada na roubalheira e,nesse caso merecerão a punição prevista em lei mas, e se simplesmente cumpriram com suas obrigações de funcionário?
Provavelmente serão indiciados em processo de sindicância, depois serão réus em processo administrativo visando à exoneração dos mesmo. Serão exonerados a bem do serviço público e ficarão impedidos de concorrer em concursos públicos, terão de encarar o desemprego e o drama familiar causado pela falta de dinheiro!
Caso algum deles tenha de fato obtido lucro com essa falcatrua, será que compensou mesmo?
Quanto aos vereadores, essa história não vai mais fazer nem cóssegas, a não ser que o Ministério Público e o Poder judiciário cumpram seus papéis, aplicando todo o rigor da lei ao caso.

23.10.06

"Tô ficando por aqui"!


Vou parar as postagens de hoje. Quero ver o lulla apanhar do Alckimin no debate da Record!!!

Plim-plim


Vai abaixo uma notícia que você não verá na TV Globo. Saiu na Coluna de Mônica Bergamo (assinantes da Folha):

No Planalto- O presidente Lula e João Roberto Marinho, vice-presidente das Organizações Globo, tiveram encontro discreto no Palácio do Planalto, em Brasília, há dez dias, pouco depois do começo do segundo turno da campanha eleitoral. Também participaram da reunião a ministra Dilma Rousseff, da Casa Civil, e Márcio Thomaz Bastos, da Justiça. Os ministros negam o encontro. Marinho admite que ele ocorreu.Um abraço- Um dos assuntos do encontro foi a campanha presidencial. Os ministros e Lula demonstraram, com a sutileza possível, contrariedade com a TV Globo, que deu ampla e intensa cobertura ao escândalo do dossiê. Toninho Drummond, diretor da Globo em Brasília, diz que João Roberto considerou a conversa "muito civilizada" e que não ouviu reclamações sobre a emissora. Segundo Toninho, o empresário tinha um encontro marcado com Dilma e foi dela a idéia de levá-lo à sala do presidente Lula para "um abraço". - Escrito por Josias de Souza às 10h56

Será que esse abraço é a razão de a Globo ter parado de bater no Lula? Será mera coincidência? Como nada acontece por acaso, só existe uma explicação e ela foi muito vantajosa para ambas as partes. A vantagem de Lula nós já sabemos e a da Globo? Alguém arrisca?

PF identificou "laranjas" que adquiriram dólares para comprar dossiê antitucano

ANDREZA MATAIS, da Folha Online, em Brasília
A Polícia Federal identificou e já procura pelos "laranjas" que teriam comprado US$ 248,8 mil que seriam usados pelo PT em troca de informações contra políticos tucanos. Fontes da PF confirmaram hoje que a instituição já sabe quem são os "laranjas" usados pelos petistas para esconder os nomes dos compradores do dinheiro. A partir dos depoimentos destas pessoas, a PF espera descobrir quem realmente pagou pelos dólares.As investigações indicam que foram usadas como laranjas menos de dez pessoas de uma mesma família de origem humilde e que aparentemente não tinha conhecimento de que seus nomes foram usados na operação. A polícia desconfia que a empresa de onde os dólares foram comprados tem um banco de dados de "laranjas". Fontes da PF negaram que as investigações já tenham identificado a empresa Vicatur Cambio Turismo Ltda, com sede em Nova Iguaçu (RJ), como a única fonte dos recursos. A instituição negou que tenha feito diligência na Vicatur hoje. A operação teria sido abortada depois que o nome da empresa vazou para a imprensa. DepoimentosO delegado Diógenes Curado considerou um fato novo o empresário Abel Pereira ter citado em depoimento hoje à Justiça de Cuiabá que havia um dossiê contra o senador Aloizio Mercadante (PT-SP). Segundo fontes da PF, a instituição ainda não tinha essa informação. Por causa dessa novidade, o delegado disse que não poderia avaliar o depoimento de Abel. O delegado também não decidiu ainda se irá ouvir o ex-ministro José Dirceu e o chefe de gabinete da presidência da República, Gilberto Carvalho, que confirmaram conversas telefônicas com Jorge Lorenzetti, ex-assessor da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e amigo pessoal do presidente. Lorenzetti foi apontado no relatório da PF como o responsável pela articulação em nível nacional da operação para comprar o dossiê.

FHC diz que Lula é um "fanfarrão" e que PT usa técnica nazista


CRISTINA CHARÃO, da Folha Online - Em discurso para 1.300 lideranças empresariais e políticos da coligação PSDB-PFL, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso chamou o atual presidente e candidato à reeleição pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, de "fanfarrão"."Temos outra do fanfarrão. Conta prosa, prosa. Sai na televisão que [eles, os petistas] ganharam em tudo, fizeram isso, fizeram aquilo, uma cortina de fumaça", disse FHC, arrancando risadas da platéia. O ex-presidente lembrou as duas eleições em que bateu Lula, dizendo que ele e o PT sempre agiram da mesma forma. Fernando Henrique usou um argumento recorrente entre apoiadores de Alckmin, de que os petistas usam de técnicas nazistas de propaganda, repetindo mentiras até que virem verdade. A tática é atribuída ao ministro da Propaganda nazista Joseph Göebbels."Não se cansam de repetir mentiras, na velha técnica nazista de mente, mente, mente que pega. E pega mesmo, porque [Adolf] Hitler foi eleito. E depois?", comentou o ex-presidente.O evento, realizado no Clube Pinheiros, em região nobre da cidade de São Paulo, marcou a abertura da última semana da campanha do presidenciável Alckmin e teve o caráter de uma convocação aos presentes para aumentarem os esforços na reta final da campanha.Ainda que otimistas e quase todas questionando os resultados das pesquisas de intenção de votos, que apontam uma diferença de cerca de 20 pontos entre Lula e Alckmin, as intervenções não deixaram de reconhecer a necessidade de uma virada.A viúva do governador Mário Covas, Lila Covas, discursou em tom de repreensão aos que, dentro do PSDB, preferiram permanecer na posição de críticos e não participantes da campanha."Nós estamos sendo engolidos, será que não se vê? Eu sou pequenininha, a viúva lá na minha casa, no sofá vendo televisão, mas eu falo. E as pessoas nossas, do nosso partido ficam preocupadas porque o Geraldo falou em 'povão' na TV?", reclamou Lila.

Fórmula 1


Nesse final de semana pudemos assistir a um dos melhores Grand Prix dos últimos 10 anos! A corrida que consagrou Alonso com o bi-campeonato da categoria para este focou ofuscada. Ofuscada pelo brilho e talento de Schumacher que, indiscutivelmente, foi o show dessa prova. Mesmo sem chances no que se referia ao campeonato, mostrou porque é tão admirado no mundo do automobilismo. Sua garra, determinação, arrojo e talento foram inigualáveis e serviram para apagar a fama de Dick Vigarista que tinha em função de algumas besteiras que fez durante sua carreira. Ainda, para nós brasileiros, apaixonados por automobilismo que somos, a vitória de Felipe Massa depois de um jejum de treze anos protagonizados por principalmente por Rubens Barriquelo, além de outros, deixou essa corrida muito mais especial e inesquecível.

Além do show que deu nas pistas, a gana de Schumacher nos serve de exemplo de como perseguir a nossos objetivos.

Trânsito de Maringá

Nossa querida Maringá está passando por um verdadeiro caos últimamente no que se refere a trânsito. Isso já não é novidade para mais ninguém. Em especial após a inauguração da avenida Horácio Raccanello Filho. Tenho conversado com vários motoristas, amigos meus e que costumam circular pelas vias que cruzam essa avenida e os comentários, em geral, levam todos à mesma conclusão: é uma avenida inútil. Na verdade, até o momento, além de ser uma avenida por onde pouca gente circula, os semáforos instalados nos cruzamentos tem gerado congestionamentos em várias avenidas, em especial na Avenida Paraná, Duque de Caxias, Herval, São Paulo e Pedro Taques. Sugerem que alguns semáforos podem ser desligados, ao menos por enquanto, haja vista que a avenida Horácio Raccanello não continua para além das Avenidas Paraná e Pedro Taques, sendo que nesses dois cruzamentos a manutenção dos memos só atrapalha o trânsito. Ainda identifiquei outro problema: Até mesmo para quem circula pela Horácio Raccanello a conversão à esquerda é proibida. Isso é totalmente ilógico e em nada atrapalha o trânsito já que o fluxo de veículos por ela é mínimo e virar à esquerda por aquela avenida daria algumas possibilidades a mais de se ir para onde quer gastando menos tempo e combustível.